Quanto nos custa a Câmara?

São Caetano do Sul é o Município do ABC que mais gasta com Vereadores.

Publicado para | Destaque em 01 de agosto de 2018 15:23

São Caetano do Sul é o município que gasta mais por vereador em 2017 (R$ 2,18 milhões), seguido por Santo André (R$ 2,15 milhões) e São Bernardo do Campo (R$ 1,9 milhões). São Caetano do Sul tem mais de 10 vereadores por 10 Km2, sendo 19 vereadores para um território de 15,331 Km2.

​Dividindo-se a despesa total da Câmara em 2017 com a população estimada no mesmo ano, São Caetano do Sul é o município com o maior custo por habitante do Grande ABC (R$ 259,97), seguido de Ribeirão Pires (R$ 76,04) e Diadema (R$ 74,84).

Veja a tabela comparativa:

Fontes:

Portal da Transparência Municipal do Tribunal de Contas do Estado de SP (Extração das Despesas): http://transparencia.tce.sp.gov.br/municipios-csv

Portal da Transparência Municipal do Tribunal de Contas do Estado de SP (Dados da RCL): http://transparencia.tce.sp.gov.br/conjunto-de-dados-detalhe/74736

Portal do IBGE – Estimativas de População publicadas no DOU: https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/sociais/populacao/9103-estimativas-de-populacao.html?=&t=resultados

Portal das Eleições 2016: https://www.eleicoes2016.com.br/

 

Legenda:

RCL = Receita Corrente Líquida = A Receita Corrente Líquida é o somatório das receitas tributárias, de contribuições, patrimoniais, industriais, agropecuárias, de serviços, transferências correntes e outras receitas também correntes, deduzidos, principalmente, os valores transferidos, por determinação constitucional ou legal, aos Estados e Municípios, no caso da União, e aos Municípios, no caso dos Estados, consideradas ainda as demais deduções previstas na Lei.

 

Estimativas de população publicadas no DOU:

Atendendo ao dispositivo legal, Lei nº 8443, de 16 de julho de 1992, no artigo 102, o IBGE fez publicar no Diário Oficial da União, em 30 de agosto de 2017, as estimativas de população para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros, com data de referência em 1º de julho de 2017. A Lei complementar nº 143, de 17 de julho de 2013, alterou o art. 102 da Lei nº 8443, revogando os parágrafos 1º e 2º, que estabelecia o prazo de 20 dias após a publicação das estimativas no Diário Oficial da União para apresentação de reclamações ao IBGE.

ObservatórioSão Caetano do Sul

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.